Image for post
Image for post

(Spoilers ao longo do texto. Cuidado!)

Começamos a primeira metade da segunda temporada de The Mandalorian acompanhando a Razor Crest em frangalhos, amparada apenas pelos remendos feitos pelos Mon Calamari em Trask. E assim como a nave, esse era o estado da minha confiança para esse episódio. Explico.

No primeiro ano da série, foi no quarto episódio que começou a parte crítica da temporada. Um capítulo fraco, sem importância para a jornada da história e que foi seguido por um outro muito pior, que me fez questionar se era a ladeira para a produção.

Então, depois do ótimo capítulo 11…


Image for post
Image for post

Antes de falar sobre o episódio da semana, queria contar que fiquei arrepiado ao ver a chamada da Tela Quente para a exibição dos dois primeiros capítulos de The Mandalorian. Eu sou cria da sessão de filmes da TV Globo. Quando era moleque, aguardava ansioso a vinheta de programação do início do ano para saber o que seria exibido e gravava filmes na fita para rever. Antes de ter TV a cabo, antes de qualquer pensamento de streaming e filmes em formato digital, era a Tela Quente a sessão dos lançamentos, dos inéditos (ou as vezes nem tanto). Ver um…


Image for post
Image for post

(Fica ligado aí para possíveis spoilers no texto)

Se o primeiro episódio da nova temporada de The Mandalorian começou com tudo de melhor e de pior que o primeiro ano já trazia, o segundo capítulo (ou como a Disney chama: Capítulo 10) consegue espelhar o sentimento do 2, com uma aventura simples, uma missão que envolve “ovos”, uma ameaça monstruosa e a fofura do Baby Yoda.

E assim como “The Child”, o capítulo 10, cativa pela brincadeira com gêneros. Se lá no primeiro ano, o episódio dois lembrava uma aventura de Indiana Jones, com Din Djarin pendurado para fora do…


Image for post
Image for post

A primeira temporada de The Mandalorian fez todo o sucesso que a Disney poderia esperar no lançamento de seu serviço de streaming. O “Baby Yoda” foi um fenômeno já na primeira semana e continua ganhando novos fãs nesse quase um ano desde a estreia. E sim, o carisma do pequeno boneco e seu relacionamento com o Mandaloriano vivido por Pedro Pascal é responsável por alguns dos melhores episódios do ano inicial da série, que teve oito episódios.

No entanto, a primeira temporada não foi perfeita (o segundo capítulo foi sim!). Se o primeiro e terceiro episódios prometiam o clima de…


Image for post
Image for post

Quem me ouve falar sobre Bruce Springsteen pode até achar que sou fã do cantor há muitos anos. A verdade é que não tem tanto tempo assim que admiro seu trabalho. No Rock in Rio 2013, por exemplo, não fiquei até o fim para assistir o show. Ô arrependimento… mas a hora de encontrar o Boss ao vivo vai chegar.

Na verdade, foi depois desse dia que passei a ter mais contato com músicas de Springsteen, shows no YouTube, fui ouvir “Born to Run”, “Born in the U.S.A”, “The River” e “Darkness on the Edge of Town”. Mas foi com…


Estou escrevendo esse texto na noite de quinta para sexta-feira, dia 15 de outubro, precisamente uma semana após assistir ao episódio final da segunda temporada de The Boys.

Foi ao longo dos últimos quatro episódios do segundo ano da série que me peguei pensando sobre como a espera pelo capítulo da semana seguinte é uma das experiências mais bacanas de assistir um seriado. (Não estou contando aqueles que tem episódios com histórias fechadas toda semana.)

Se os primeiros quatro capítulos desse novo ano da história de Butcher, Hughie, Kimiko, Frenchie e MM contra os Seven, liderados pelo sociopata Homelander, não…


É impressionante como a arte pode nos unir de diversas formas. Na tarde/noite da última sexta-feira, dia 28 de agosto, estávamos gravando o episódio do Cinemou! sobre Tenet, o primeiro filme que fomos assistir no cinema depois do lockdown aqui em Vancouver. Estávamos rindo, discutindo a “genialidade” do Nolan, até que ao pegar o celular após a gravação, a notícia da morte de Chadwick Boseman nos destruiu. Após alguns palavrões e expressões de incredulidade, apenas o silêncio da perda. A perda de um símbolo, de um jovem, de um amigo que nunca conhecemos. E é por isso que digo que…


Image for post
Image for post

Um ano se passou, ninguém lembra quem venceu o Oscar de Melhor Filme em 2019, mas aqui estamos, prontos para passar três horas de nossas vidas assistindo estrelas de Hollywood fazendo gracinhas, piadas e manifestações políticas. Mas a grande graça dos Oscars, pelo menos para mim, sempre foi o bolão com os amigos, comentar a premiação no Twitter e lançar várias opiniões cheias de propriedade sobre vencedores e esnobados.

Entretanto, ao contrário da cerimônia de 2019, que tinha ali uns três, quatro filmes no máximo, realmente bons, a premiação de 2020 vem para consagrar um ano excelente para o cinema…


Image for post
Image for post

Listas de Top 10, Top 20 filmes do ano são um amor que tenho desde pequeno. Adorava ver a votação do público da Revista Set. Passei então a acompanhar os sites de revistas internacionais, críticos, blogueiros e youtubers. Sempre coloquei a minha em algum lugar. Num caderno, no Facebook e aqui no Medium. Fiquei extremamente chateado comigo mesmo ano passado por ter procrastinado e nunca postado a minha lista. …


Image for post
Image for post

Originalmente publicado em Hybrido.com.br

A carreira de Bruce Springsteen tomou um rumo interessante nos últimos anos. Em 2016, fez o maior show de sua carreira, com mais de quatro horas e lançou sua autobiografia Born to Run. No ano seguinte, estreou seu espetáculo na Broadway. Intimista e longe da sua tradicional E Band, o Boss foi aclamado mais uma vez. Em 2019, sem alarde, lançou Western Stars, disco que segue seu momento de reflexão. …

Alexandre Almeida

Cinema, TV e música. Cinéfilo na veia, música em todos os tempos livres e TV naquela hora do sofá.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store